terça-feira, janeiro 03, 2012

finalmente sento-me no sofá a beber um capuccino de chocolate, a ouvir o barulho da maquina a torcer a roupa. O primeiro dia de trabalho do ano. Ia sem muita vontade confesso. É que quando subo venho sempre cansada. Acordo cedo (o intercidades ontem vinha apinhado mas num silencio enorme), carrego a mala (que veio com roupa, comida e coisas práticas para a casa). Fui as compras. Hoje novamente, logo estou cheia de dores lombares. E comprei amaciador, isto é só pra saberem, da confort era o que cheirava melhor. A senhora deu-me dois tipos de pudim, mais rabanadas embebidas em vinho branco (oláaaa mas isto é só daqui ou pelo país todo?)
E logo no primeiro dia fundiram-se duas lâmpadas, dos flash´s externos, bahhh. As miúdas revelaram cinco rolos, quatro meus, ilford´s de 400 e 3200 iso e kodak´s 100 iso, que o Hugo me tinha enviado (e ainda falta um) e um do meu colega ilford 100 iso. Nunca vi tanto nervoso miudinho e tanto erro junto mais tanto esquecimento. Para esquecer basicamente, amanha espero que ainda haja imagens
Pronto a vida é feita disto.

2 comentários:

Hugo disse...

É verdade, aí as rabanadas são demolhadas em vinho, por vezes tinto! LOL!!!
Eu prefiro em leite com ovo batido. Mas uma vez na vida tem que se comer dessa em vinho. Fazem crescer pelos no peito! :)

Ana Sofia Santos disse...

Hugo ainda vou nos pudins tem de ser com calma. Mas também acho que vou preferir a do leite e pelos no peito não é coisinha que me agrade hehe