quinta-feira, junho 17, 2010

Os primeiros também são os últimos

Aqueles que em Setembro abri a porta pela primeira vez, foram aqueles que eu fechei a porta também pela ultima vez (por agora, claro quem sabe o futuro).
Ana custou? Sim um bocadinho no inicio. Não os conhecia de lado nenhum, e quando chegou a turma de segunda-feira o primeiro turno pensei "não estou pra aturar estes miúdos", mas quando chegou o segundo turno, uns amores, normais, queridos bons miúdos mesmo :) Pensei pra comigo, salvam-se alguns, não podem ser todos, né?
Por outro lado, senti-me livre. Sim livre. Deixei o escritório, deixei as pressões, deixei gente parva, diga-se gentinha que não me dizia nada e vice-versa, mas que a implicância era grande... acho que ela sabe, se por acaso passar por aqui. Sabemos que ficamos ambas bem mais felizes, né? :) mas esperava eu quando ai cheguei uma mão, alguém que me ajudasse, bolas era o primeiro emprego a seria, óbvio que não sabia tudo e não sei, logo uma mãozinha tinha dado jeito. Não me refiro a mãozinha de ir fazer o meu trabalho pra casa e depois no dia a seguir apresenta-lo... foi a mim que tinha sido dado o trabalho, era a mim que me competia fazer... :) e sabemos o que aconteceu. Esta foi a primeira coisa de muitas, em quase dois anos.
Logo qualquer coisa seria melhor, aturar miúdos? Siga. Ajuda-los a ter alguma cultura visual? Siga. Foi sem duvida melhor, eu cresci, conheci outras pessoas. E de espantar há pessoas mesmo boas, há pessoas que dão a mão e que ajudam aqueles que agora de novo chegaram... ou eu tive sorte pra escola que fui :)
Custou mas já passou, alunos a dar beijinhos nas despedidas, alunos a querer saber se continuo lá, alunos a consideram-me "fixe" vale a pena... mesmo que de muitos tenha havido a natural indiferença.. Com isto tudo não estou a dizer que é tudo um mar de rosas, que não há chatices ate com os mais fofos, não. Alias sei que ainda não é isto que me realiza, pelo menos nestes moldes.
Mas estar cá significa lutar ate nos sentirmos realizados...

3 comentários:

Hugo disse...

Ana, por isso é que temos estes escapes, como a fotografia, viagens, seja o que for.
Empregos perfeitos não há. O meu tem dias... Bons ou maus, os empregos servem para ganharmos dinheiro para estourar em máquinas fotográficas, entre outras prioridades! :)
Fazer coincidir o hobby com o emprego, só para alguns. Anima-te, as férias estão a chegar!

Anónimo disse...

Grande sim senhora, é nestas alturas que se e a força de uma gaja, tiveste muita, coragem e compensou, tudo de bom para o próximo ano beijos

Ana Sofia Santos disse...

Hugo eu sei e tou animada, já tou em semi ferias e tou bem melhor :) é o que me interessa thanks fotografia sempre :)

anónimo es quem tou a pensar que és? :)se fores diz lá eu agora queixo-me menos, choro menos e tou menos chatinha :)